segunda-feira, 29 de julho de 2013

Cena 1598


É muito bom tomar posse de si. Viver a liberdade interna de ser o que bem se entende, delirar sem restrições e expressar os sentimentos somente quando se quer. É muito bom escrever a sorte de navegar nessa vida de potenciais infinitos saindo da prisão do corpo. Olhar para dentro de si e assim descobrir-se a cada segundo como um manancial de possibilidades inesgotáveis. 

Nenhum comentário: