quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Cena 1260: Como são feitas as listras na pasta de dentes?



Como primeira etapa de envase, um robô coloca tubos vazios em suportes giratórios. Os cremes descem por tubulações separadas: creme verde, creme azul e creme branco. Um sensor acusa a presença do tubo e prepara o bico de enchimento para o envase.

Bicos de enchimento entram nos tubos pelo fundo até alcançarem a região da tampa. Ao subir, cada bico enche o tubo com todas as cores ao mesmo tempo. Depois de cheio, o fundo do tubo é prensado e aquecido. O plástico derrete e forma-se uma espécie de solda.

Na seqüência, informações de lote e data são impressos na área soldada. Nessa fase, rebarbas de plástico são retiradas.

Devido ao estado semi-sólido do creme, viscosidade das bases, falta de espaço para homogeneização e principalmente o equilíbrio da fórmula, uma cor não invade o espaço da outra.

Sendo assim, o tubo fechado pode ser dobrado e amassado que a massa interna de creme acompanhará sem que as cores se misturem (desde que não haja exagero).

*fotos retiradas da internet.

2 comentários:

Patrik Shimizu disse...

eu nunca tinha me perguntado isso.Mas voce abriu mesmo uma pasta de dente só pra faze esse post ou pego as imagens da internet?

Luciana Nogueira disse...

Cara, que maroto, isso. Mas... boa pergunta: as fotos são tuas mesmo?