quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Cena 406

- As pessoas se suicidam para acabar com a dor.

- Que dor?

- A dor psicológica.

- Não faz sentido.

- Para a dor física, existem remédios. E para a dor psicológica?

- Também existem remédios.

- Que abrandam, nada mais. Quando uma dor está apenas na sua mente é difícil curá-la. Mesmo não existindo, ela não permite que se faça outra coisa. A pessoa fica dependente dela, chega a ser confortante às vezes, mas quando acontecem os momentos de choque com a realidade, é atormentador. A sensação é de não se ter forças nem para respirar. É olhar ao redor e não reconhecer nada. E não se reconhecer. Para esse tipo de dor, o choro significa que a pessoa está ficando forte, está resistindo, e o silêncio, é quando a pessoa já está a ponto de acabar com ela. E às vezes consegue.

- E como você sabe de tudo isso, Ana?

- Sentindo?

2 comentários:

Suzi Montenegro disse...

.

Se alguém aqui tem que agradecer, esse alguém sou eu.

Agradeço de coração.

Te deixo beijos. Te deixo carinho... muito!

.
.

Suzi Montenegro disse...

.

Pois é, Tainã... sempre é tempo de recomeçar.

Recomeço sempre. Sempre me inauguro.

Graças a pessoas como você que me deram força para continuar.

Agradeço e agradeço.

.
.