segunda-feira, 12 de julho de 2010

Cena 339: Entrevista da semana com Gabriel Marcondes

Gabriel Silva Baptista Marcondes, 21 anos, contabilista e músico.
São Paulo, SP
Contatos:
http://meadiciona.com/gabe_guitar

Quais instrumentos você toca?
Guitarra, contra-baixo e violão.

Há quanto tempo você toca?
8 anos.

Como começou a sua paixão pela música?
Desde os 9 anos, ouvindo Iron Maiden, depois conheci varias outras coisas boas.

Você tem banda ou toca apenas por hobbie?
Tenho banda, toco para me divertir e dinheiro é consequência de um bom trabalho.

Como você administra o tempo entre ser contabilista e músico?
Trabalho e estudo durante a semana toda, e ocasionalmente à noite eu toco, e nos finais de semana me dedico totalmente à musica.

Você compõe?
Sim, tenho algumas composições instrumentais mais numa vertente "guitarrística", prontas e gravadas.

Você toca mais direcionado ao heavy metal, ou rola um pouco de tudo?
Eu sempre toquei heavy metal minha vida toda, só que acima de tudo isso eu sou músico, então procuro saber tocar de tudo.

Quais as maiores dificuldades que você encontra como músico?
A falta de valorização e reconhecimento do trabalho do músico e a falta de apoio da OMB (Ordem dos Musicos do Brasil).

O nome do seu blog é um tanto complicado, "A paradigm shift in the universal mind". De onde surgiu?
Surgiu de uma junção do nome de duas músicas, Paradigm Shift e Universal Mind, da banda Liquid Tension Experiment, do qual fazem parte os músicos do Dream Theater, tocando somente composições instrumentais e virtuosas.

Quais são suas bandas preferidas?
Iron Maiden, Dream Theater, Symphony X, Pain Of Salvation, Opeth, Arch Enemy, Angra, Dr. Sin, Hangar, entre várias outras.

Quem são as pessoas mais importantes para você, quem lhe dá mais apoio?
São meus Pais e minha irmã, minha melhor amiga e meus bons amigos.

Você se considera uma pessoa influenciável?
Definitivamente não, muito pelo contrário, eu influencio diretamente as pessoas.

E como você as influencia?
Dando sempre minha opinião, muitas vezes absolutista. (risos)

E como você se sente quando não consegue influenciar alguém?
Aceito que não se pode influenciar totalmente uma pessoa.

Onde você espera estar daqui a 10 anos?
Espero estar trabalhando como Auditor de uma empresa de Auditoria Multinacional.

Então você não pretende seguir carreira como músico profissional?
Depende muito de como estiver a recepção do mercado e de como o trabalho se desenvolver.

Solteiro, namorando, enrolado ou desinteressado?
Estou vivendo um momento na minha vida em que só tem lugar para uma pessoa: EU. (risos)

Vale a pena sofrer por amor?
Depende, tudo depende de até onde a pessoa está disposta.

Quais momentos da sua vida você gostaria de deletar?
Nenhum, tudo é importante e faz parte do aprendizado que é viver.

Considerações finais:
Muito obrigado a você, Tainã, por me ceder esse espaço para que as pessoas possam me conhecer, Visitem o twitter da minha banda MonstertrukK: http://twitter.com/MonstertrukK


Gostaria de ver alguém em especial aqui? Me envie um e-mail com a sua sugestão: taina.steinmetz@bol.com.br.

Nenhum comentário: