domingo, 7 de março de 2010

Cena 198: Anna Lee

O post de hoje é para a Paola. "Anna Lee" em uma versão acústica, em Rotterdam, no ano de 1998. Mas cá pra nós... eu não gostei muito dessa apresentação. O LaBrie acabou estuprando de novo a Anna...



Helpless child / They invite your hands to fill their needs / Will you be the same / Shameless smile / To steal from you the innocence that bleeds / Will they feel your pain

Trying to believe / The scars unseen / The tears wash clean / You don't wanna breathe the air you breathe / You don't know how you'll live a life alone

She keeps holding on / Holding on to you / Let her breathe the air / Don't wanna be alone / Where do you belong / Anna Lee

Behind those eyes / The vivid scene / A lucid dream within / Questioned secrets are revealed / And every time / You can't deny / The lines that trace your skin / Wounds that never heal

Trying to believe / The scars unseen / The tears wash clean / You don't wanna breathe the air you breathe / You don't know how you'll live a life alone

She keeps holding on / Holding on to you / Let her breathe the air / Don't wanna be alone / Where do you belong / Anna Lee

And now she's calling out a name / Can't keep on hiding all her pain / You feel the rain move in / As you begin / To turn and answer the call / Trying to believe / The scars unseen / The tears wash clean / You don't wanna breathe the air you breathe / You don't know how you'll live a life alone

She keeps holding on / Holding on to you / Let her breathe the air / Don't wanna be alone / Where do you belong / Anna Lee

TRADUÇÃO: Anna Lee
Criança sem ajuda / Eles convidam suas mãos para satisfazer as suas vontades / Você será a mesma? / Sorriso sem vergonha / Para roubar de você a inocência que sangra / Sentirão eles suas dores?

Tentanto acreditar / As cicatrizes invisíveis / As lágrimas limpas / Você não quer respirar o ar que eles respiram / Você não sabe como viverá uma vida sozinha

Ela continua agarrada / agarrando-se em você / Deixe ela respirar o ar / Não queira ficar sozinha / De onde você vem? / Anna Lee

Por trás daqueles olhos / A cena vivída / Um sonho lúcido / Segredos questionados são revelados / E toda hora / Você não pode negar / As linhas que traçam sua pele / Negações que nunca serão curadas

Tentanto acreditar / As cicatrizes não vistas / As lágrimas secadas / Você não quer respirar o ar que eles respirão / Você não sabe como viverá uma vida sozinha

Ela continua agarrada / Te segurando / Deixe ela respirar o ar / Não queira ficar sozinha / De onde você vem? / Anna Lee

E agora ela está gritando por um nome / Não podendo esconder toda a sua dor / Você sente a chuva se mecher / Enquanto você começa a se virar e responder ao chamado / Tentanto acreditar / As cicatrizes não vistas / As lágrimas secadas / Você não quer respirar o ar que eles respirão / Você não sabe como viverá uma vida sozinha

Ela continua agarrada / Te segurando / Deixe ela respirar o ar / Não queira ficar sozinha / De onde você vem? / Anna Lee

Um comentário:

Camile. disse...

Anna Lee é lida demais... Há versões melhores dela sim... XD