sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Cena 165: Eu prometo...

De todos os amores por mim vividos até hoje, o seu foi o mais intenso.
De todas as almas, a sua foi a mais gêmea.
De toda a vontade de ficar junto, a que me domina é a sua.
De toda ânsia de cometer loucuras, a sua foi a que mais me atentou.
De todas as esperanças em amores depositadas, o seu foi o que teve mais crédito.
De toda a saudade, a sua foi a mais forte.
De todos os beijos, o seu foi o mais gostoso.
De todo calor, o seu foi o mais ardente.
Por isso de todos os amores eternos por mim prometidos, o seu será o único cumprido a risca.

2 comentários:

Márcio Brasil disse...

Obrigado. Eheheh. :P

alezandri disse...

Para quem já amou, reconhece todas as palavras desse poema. Muito bom!

Abraço.