quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Cena 154: Vôo 3054 da TAM

Nem sei se alguém ainda lembra daquele acidente com o avião da TAM em 2007, mas eu resolvi postar aqui um texto que escrevi e publiquei no meu antigo blog, no dia 25/07/2007:

Então, isso foi só mais um acidente, e aquelas foram só mais algumas das pessoas que morreram por conta de uma tragédia no Brasil. Todos os dias crianças desaparecem, mulheres são violentadas, inocentes morrem nas favelas no meio de tiroteio entre traficantes e policiais, e muitos outros clichês que nem vou citar... e nem por isso a mídia faz esse alarde todo. Essa "indignação" toda é só pelo simples motivo de que a classe média foi atingida, senão, nem ouviríamos falar tanto nesse maldito (ou bendito) acidente. Eu não agüento mais ouvir falar nisso. Pelo amor de Deus! Aprendam a aceitar a morte!!! Deus sabe o que faz, e faz tudo a seu tempo. Mas sempre tem alguém que diz "você fala isso por que não perdeu nenhuma pessoa querida nesse acidente e blá blá blá...", é verdade, não perdi ninguém mesmo. Não perdi simplesmente pelo fato de que ninguém me pertence, e pessoas não são objetos para serem perdidas. Só para constar, meu pai morreu quando eu tinha um ano e meio de idade, e meus avós maternos há mais ou menos uns sete anos atrás. Do meu pai eu não lembro, dos meu avós sim. Amava muito eles, mas nem por isso fico lamentando morte de ninguém. Em quatro meses, dois grandes amigos morreram; um de câncer no pulmão (de tanto fumar); a outra em um acidente de carro, e tinha 20 anos. Grandes amigos que eu considerava como irmãos, mas... ELES MORRERAM E NÃO HÁ O QUE FAZER. O tempo deles na Terra acabou. A missão deles para aquela vida acabou. E se alguém me disser "o dia que você perder alguém que realmente ama, duvido que diga isso" eu respondo: todas as pessoas que eu amo, é verdadeiramente, e o dia que alguma delas morrer, podem ter certeza de que não vou fazer escândalo e choradeira, pelo contrário, ficarei feliz pelo fato de elas terem passado pela minha vida e que estão finalmente libertas.

A morte não é o fim e sim, apenas uma transição.

4 comentários:

bondearte disse...

Corajoso seu texto
Ninguem ficará eternamente na terra.
Nós somos apenas passageiros desta nave chamada vida, neste planeta chamado terra,nosso destino é o futuro,onde um dia aterrizaremos.
Beijos

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

Tainã, mas todo tipo de tragédia é dolorida pra quem tem alguém envolvido dentro dela. Infelizmente, a vida em alguns momentos é injusta.

Beijo imenso, menina inda.

Rebeca


-

martins111 disse...

O Espírito Santo Verdadeiro concede gratuitamente, a ultima revelação para o nosso tempo. O LIVRO DO ESPÍRITO SANTO VERDADEIRO. ( http://livrodoespiritosanto.webnode.com.br/ ) Nessa revelação, Deus Pai Verdadeiro, afirma: Se um ser humano, um anjo, ou um Deus, causa dor, sofrimento e morte, esse ser é um Diabo. Se por outro lado, se o ser humano, um anjo, ou um Deus, dá sua vida para não causar a dor, sofrimento e morte, então, esse ser é o libertador e salvador da humanidade, Senhor dos céus e da terra. Agora, veja na vida e nas escrituras sagradas quem é quem. E faça conforme aquele que é o bem e abandone aquele que é o mal. E você se salvará. Porque esse é o tempo do dilúvio de fogo e a ultima páscoa humana o sucede. Escolha o lado que vai ficar. Divulgue.

Roberto disse...

Lamentável seu texto e sua visão de vida e dos vínculos que temos com as pessoas que amamos. Você deve ser muito infeliz! Lamentável...