quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Cena 149: Hoje eu tô de ódio!

Hoje eu queria que o mundo explodisse. Só isso. Me acordei cuspindo fogo, de mal com o mundo. De mal comigo.

Quero que se exploda aquela droga de faculdade. Mas eu quero que se exploda mesmo. Que vá tudo pelos ares. Eu odeio a hipocrisia da maioria dos professores. Eu odeio o que eles acham que ensinam e a maneira que ensinam (tentam ensinar). Eu odeio tudo aquilo. E nunca mais vou voltar lá.

Que vá pro inferno aquela imbecil se fazendo de minha amiga. Falsa. Falsa. Falsa. Ela acha que eu não sei que foi ela que fez aquele monte de fofoca. E ainda vem falar comigo com a maior cara-de-pau, dizendo que vai me ajudar no que eu precisar. VÁ PRO INFERNO.

MORRAM idiotas que se dizem fãs das bandas e nem sabem escrever direito o nome delas. Morram e levem os seus "Drean Teater", "Épica", "Metálica", "Evanecense", "Pink Floid", "Skid Rou", "Nitwish" com vocês.

Calor e calor e calor. Eu não aguento mais tanto calor. Quero ir pra um lugar que seja inverno o ano inteiro. Quero ir pra um lugar que eu nunca mais veja a luz do sol.

Essa gente que se faz de vítima AAAAAAAA como que pode conseguir enganar tanta gente? Mais burro ainda quem cai na conversa fiada.

Não gosta de mim? Simplesmente me ignore!!! Não precisa ficar me aturando para me agradar ou para agradar outra pessoa. Afe. Eu detesto aqueles dois. Antes eu tinha pena, mas agora eu detesto mesmo. Querendo dar lição de moral e não olham pra vida que têm. Só reclamam e não são capazes de fazer algo pra melhorar. Que se ferrem. Eu não sou obrigada a conviver e gostar daquela gente. Eu tenho AMIGOS DE VERDADE. Não preciso nem da presença deles na minha vida. Essas "amizades por conveniências" não me servem.

E... me ama de verdade? Então não me ignora pois eu também te amo.

Só mesmo muito rock progressivo e café pra aguentar isso.

2 comentários:

~*Rebeca e Jota Cê*~ disse...

É tão bom sentir o carinho de pessoas que transmitem o colo, o carinho, a amizade e a presença. Como é bom saber que sou tão querida, sabia? Nessa hora, quando a tristeza bate e tudo vai embora, as palavras são a base forte do meu consolo. Graças a Deus tudo ficou em paz, mas quero dizer que o meu querer bem, pelos amigos, aumentou gigantescamente.

O amor sempre vence!

Beijo imesno, menina linda.

Rebeca

-

bondearte disse...

È tem hora que a gente fica de saco cheio, da vontade de mandar tudo a merda né.
Mais vai passar,eu só não sei, se isto é bom ou ruim ,porque daqui a pouco agente se enche deles novamente. heheheh,,, e ai vem de novo a vontade de manda-los a merda!!!.
It is the life