terça-feira, 1 de setembro de 2009

Cena 48


Meus pensamentos estão me perseguindo, são como ecos atrás de mim. O fluxo corrente do meu sangue é fonte da minha inspiração que me leva até você. Abandonando toda a esperança para trás... estou cercada, estou presa pela liberdade, entorpecida e separada de mim.

Um comentário:

Camile. disse...

Ser prisioneiro da própria liberdade... profundo, por algumas pessoas até considerado absurdo, mas pode ser algo real. Adoro essa figura! =D Beijinho Melia!